Home Artigos
Artigos
Tumor de mama PDF Imprimir E-mail

cadelinhaA cada dia que passa os animais de estimação estão vivendo por mais tempo, e estão mais sujeitos a desenvolverem neoplasias.
O tumor de mama é o comum em cadelas, mas também podem ocorrer em machos. Acometem, no geral, animais mais velhos (com cerca de 10 anos de idade), de preferência em animais que não foram castrados. Em gatos, ocorrem menos do que em cães, mas animais velhos (cerca de 10 e 12 anos) e animais não castrados são geralmente os mais afetados.
O aparecimento desta neoplasia está relacionada com a produção de hormônios femininos. Em cadelas, o risco para o desenvolvimento do tumor mamário está relacionado com o número de ciclos estrais (cios) da cadela, aumentando consideravelmente a cada ciclo. Já em gatas, esse risco aumenta em até sete vezes em fêmeas não castradas comparadas com fêmeas castradas na puberdade.
A administração de inibidores de cio aumenta, consideravelmente, o risco de desenvolvimento de tumores mamários em cadelas quanto em gatas.

O que é tumor de mama?

São neoplasias que tem crescimentos anormais do tecido, ocorrendo um desenvolvimento mais rápido que os tecidos normais ao redor, de maneira desordenada e persistente.

Quais os sinais Clinicos?

Os sinais clínicos de um tumor de mama são praticamente inexistentes na sua fase inicial. O que pode ser observado pelo tutor, na maioria dos casos, é o aparecimento de caroços na região ventral da cadela e gata (parte das mamas), inchaço na área mamária, dores na região e presença de secreção nas mamas, algumas vezes de odor desagradável.

Como é feito o diagnóstico?

Além de refazer o exame de toque das mamas, o médico veterinário solicitará exames complementares – exame de sangue, radiografia torácica, ultrassonografia, citologia aspirativa e/ou biopsia, dependendo do caso – para que seja dado o diagnóstico definitivo e o tratamento mais adequado. Deste modo, também é possível descobrir se existe a presença de metástases do câncer, que são responsáveis pela propagação do tumor para outras partes do corpo além das mamas.

Tratamento de tumor de mama?

O tratamento do tumor de mama deve ser imediato. O tutor deve levar o animal ao médico veterinário assim que aparecer qualquer anormalidade nas mamas. É feita a cirurgia para a retirada da cadeia mamária afetada. A cura da neoplasia mamária vai depender principalmente do estágio que ela se encontra e do tipo de tumor.

Como prevenir o tumor de mama?

O melhor modo é a prevenção através da castração da fêmea antes do primeiro cio (6 meses de idade), diminuindo, assim, cerca de 95% a chance do aparecimento do câncer de mama.

 

 
Importância do banho e tosa PDF Imprimir E-mail

banhoetosa     Animais de estimação criados dentro ou até mesmo fora de casa e com contato do dono, devem ter os mesmos cuidados de saúde que o homem, para juntos desfrutar da boa companhia, saudáveis. Daí a importância do banho, não só como hábito de higiene, mas também como prevenção de doenças que poderiam prejudicar a família.

     Alguns donos não acham necessário levar seu cão num Pet Shop, por questões diversas. Os profissionais de Estética Animal sabem quais produtos são os melhores e mais eficientes, como shampoos especiais, escovas, produtos para limpeza dos ouvidos, corte de unha e principalmente a utilização correta dos equipamentos como na secagem do pêlo, parte do banho que evita problemas de fungos e bactérias, pois o animal úmido pode trazer muitos problemas de saúde.

     Tosar um cão é um serviço que também requer cuidados especiais e acompanhamento regular do dono. Raças como Poodle, Schnauzer, Shih-tzu, Lhasa Apso e Cocker, entre outros, precisam ser tosados.Ao mesmo tempo deve se escovar o animal freqüentemente para retirada de pêlos mortos, nós e verificar a presença de pulgas e carrapatos.

     Esse texto eu olhei nesse site e fiz algumas adaptações.
     http://no.comunidades.net

     Abraço,
     Letícia

  

 
Animais Silvestres – por quê comprá-los legalmente? PDF Imprimir E-mail

trafico     O tráfico de animais só perde em valores para o tráfico de drogas e armas. Para se conseguir um animal vivo para venda, outros vários são mortos. Normalmente, estes animais tirados da natureza, trazem doenças ou as manifestam pelo grande estado de estresse a que são submetidos.

     Ressalta-se que não somente o indivíduo capturado fará falta ao ambiente mas, também, os descendentes que ele deixará de ter. Assim, pode-se perceber o tamanho do impacto que a retirada de animais causa ao meio ambiente. Outro detalhe, muitas vezes esquecido, é que o impacto não se restringe à extinção da espécie capturada. Na natureza as espécies estão interligadas no que chamamos de teia alimentar, ou seja, os animais comem e são comidos por outros animais além de, também, se alimentarem de plantas, realizarem a polinização das mesmas e, muitas vezes, dispersarem suas sementes.

     As criações comerciais de animais silvestres são regularizadas pelo IBAMA e seguem legislações que prezam pelo bem estar animal através da definição de tamanhos mínimos de recintos, obrigatoriedade de marcação dos animais, descrição detalhada de alimentação e manejo do criatório. A marcação do animal – anilha fechada ou microchip – juntamente com a nota fiscal, são os instrumentos que certificam a legalidade do animal.

     Os animais provenientes de criatórios apresentam um valor maior pois o investimento em uma criação comercial é bastante onerosa. As instalações, equipamentos, alimentação e funcionários capacitados geram um alto custo aos criatórios, tornando o animal legal mais caro, mas com qualidade sanitária e ética comparado ao animal traficado.

     Ao comprar um animal ilegal, você está estimulando o tráfico de animais. Por isso compre somente animais provenientes de lojas ou criadouros regularizados e que prezam pela qualidade e sanidade de seus animais.

     Dra. Mariane Feser
     Médica Veterinária
     CRMV-RS 6275
     Zoomed – Clínica Veterinária

  

 
Placa de identificação PDF Imprimir E-mail

placas     Podemos notar hoje em dia, lendo nas redes sociais, a quantidade de pessoas que perdem seus pets por vários motivos, e precisam usar desses meios, através de fotos, e textos com as características do bichinho para um possível reencontro com seu animal de estimação. Muitos animais escapam por alguma brecha que acharam no jardim, ou se assustam com barulhos de foguetes ou trovões, ou fogem para ir atrás de outro animal que está passando em frente a sua casa.

     Para evitar que esses animais encontrados na rua, não encontrem mais seu lar, o uso da placa de identificação ajuda, e muito, na volta pra sua casa. Nela é possível gravar o nome do animal, e o telefone do proprietário, para fazer com que a pessoa que possa vir a encontrá-lo entre em contato com o dono e o reencontro aconteça o mais rápido possível.

     Não deixe seu cão desamparado e assustado pelas ruas. Use placa de identificação.

 

 


Atendimento

De Segunda a Sexta-feira
das 8h às 20h e
Sábados das 9h às 17h.




Copyright © 2011 | Clínica Zoomed • Todos os Direitos Reservados | Desenvolvido por DigitalLead - Marketing Digital